De acordo com pesquisa publicada pela PedidosJá, cerca de 42% dos pedidos de alimentos são feitos através de delivery no Brasil. Dentro desta parcela da população que prefere receber o alimento em casa a sair para comer em restaurantes, lanchonetes e cafeterias, 8% das pessoas pedem por alimentos de origem oriental, como o sushi, por exemplo.

Com os novos hábitos adotados após a pandemia, o número de pedidos por delivery tem crescido cada vez mais. A busca por novos modelos de atendimento, formatos de entrega e embalagens segue a mesma curva de crescimento, se tornando uma preocupação constante para o empreendedor.

Separamos neste conteúdo algumas dicas de como acertar na embalagem escolhida para o delivery de comida oriental. Confira:

Como escolher a embalagem para comida oriental

Tipo de alimento

A embalagem é a primeira impressão que o consumidor tem ao receber o produto pelo delivery. Por isso é muito importante que a embalagem seja de qualidade, limpa e compatível com o alimento.

Cada tipo de alimento possui um formato diferente e demanda uma embalagem adequada para que todos os itens estejam corretamente dispostos, para que não amassem ou que um tipo de alimento misture-se a outro, afinal a apresentação visual é parte do prato.

Para combos como barcas de sushi ou diversos tipos de comidas orientais enfileiradas, é recomendada a utilização de embalagens nesse formato. Atente-se também se o alimento possui algum acompanhamento, como molhos e outros petiscos que devem seguir de forma reservada.

Tamanho do alimento

Muito cuidado com o tamanho do alimento! A comida oriental, com exceção do yakisoba, por exemplo, geralmente vêm em peças individuais, por isso utilize embalagens que possam agrupar peças de mesma receita e que fiquem dispostas de forma organizada e com espaço adequado.

Empilhar as peças causa no consumidor a impressão de que o fornecedor é desorganizado e que busca economizar na embalagem de entrega. Além de comprometer a composição do alimento, que pode desmanchar, amassar ou misturar ingredientes.

Embalagens grandes demais podem fazer com que as peças de alimento fiquem soltas e desmontem ou misturem-se. É muito importante que o tamanho da embalagem esteja de acordo com a quantidade, tamanho e formato dos alimentos.

Temperatura do alimento

Outro ponto importante é a temperatura do alimento, em especial os alimentos quentes. Invista em embalagens que mantenham o calor por tempo suficiente para que a comida não chegue fria até o seu destino e cause insatisfação no consumidor.

De forma alguma misture alimentos quentes e frios dentro da mesma embalagem, cada grupo de alimentos deve seguir de acordo com a temperatura na qual devem ser consumidos. Misturar alimentos quentes e frios dentro de uma mesma embalagem pode fazer com que os alimentos quentes esfriem muito rápido e comprometer os alimentos frios devido ao calor.

Segurança e higiene

Garanta que as embalagens sejam produzidas em material de qualidade e que possuam fechos seguros. Isso garante a higiene dos alimentos, evitando qualquer tipo de contaminação por fatores externos, assim como acidentes devido o movimento das embalagens no trajeto para a entrega.

 

Gostou de nossas dicas? Continue navegando por nossa loja online e confira também as categorias de Embalagens de Alumínio e Embalagens de Isopor.

6 Produto(s)

6 Produto(s)